Seu canal de Notícias de Carpina e Região

Ministério Público cobra diversas reformas em Clínica do Rim de Carpina

Por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), o Minitério Público (MPPE) e a Agência Pernambucana de Vigilância Sanitária (Apevisa), solicitaram diversas melhorias para duas unidades da Clínica do Rim da cidade de Carpina.

O compromisso foi publicado no Diário oficial dessa quinta-feira (16) e usam como base relatórios da Apevisa de 2017 e 2018. Por maio da vistoria realizada em 2017, o MPPE concluiu que a Unidade I precisa consertar o revestimento das paredes, colocação de tela e um depósito, reparar o revestimento em outro depósito, consertar uma porta na sala de repouso e ajustar e efetuar limpeza da janela do vestiário feminino dos funcionários na parte externa.

A parte de saúde também precisa de melhorias. Por exemplo, identificar de forma clara o ácido acético e informar quem foi o responsável pela diluição e quando a mesma ocorrer; a utilização e manipulação de produtos de limpeza com registro da Agência Nacional de Vigilância Sanotária (Anvisa); e uma perfeita identificação do cloro e do sal.

Na Unidade II da clínica, foi solicitado o conserto do revestimentos ou troca da balança da sala de pesagem, limpeza e manutenção do chão das salas de hemodiálises A e B, identificação e colocação do prazo de validade das soluções de limpeza e química nas bombonas distribuídas na sala de utilidade.

Também é preciso uma apresentação e disponibilização do registro da manutenção das máquinas de hemodiálises e apresentação dos Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) de limpeza dos recipientes que armazenam água potável. Para o Minitério Público, tanto os médicos como os enfermeiros devem trabalhar de forma clara quanto aos seus objetivos e responsabilidades.

Prazo de 60 dias
As exigências estipuladas pelo MPPE devem ser executadas num prazo de 60 dias. Segundo o MPPE, a fiscalização do cumprimento das reformas será feita pela 1ª Promotoria de Justiça de Carpina, com o auxílio de órgãos públicos municipais, estaduais e federais competentes.

Veja também: Morre o jovem Tiago Moura, que colidiu de moto em um caminhão na cidade de Limoeiro, PE

Baixe nosso aplicativo e tenha acesso as novidades na palma de sua mão